Home » Reuniões » Reunião 41 (Armação de Búzios, 22/05/2002)
Reunião 41 (Armação de Búzios, 22/05/2002)

ATA da 41ª reunião do LARC realizada aso aos vinte e dois dias do mês de maio de dois mil e dois, às 10:00 horas na cidade de Armação de Búzios no estado do Rio de Janeiro.

Estavam presentes José Augusto Suruagy Monteiro (Vice-diretor do Conselho Técnico Científico do LARC), Guido Lemos de Souza Filho (Diretor Executivo do LARC), José Neumam de Souza (Vice- Diretor Executivo do LARC), e José Ferreira de Rezende (UFRJ), Carlos André Guimarães Ferraz (UFPE), Raimundo José de Araujo Macêdo (UFBA), Maria Janilce Almeida (UFGRS), Orlando Loques (UFF), Sérgio Takeo (USP), Julius Leite (UFF), Michael Stanton (UFF), Noemi Rodrigues (PUC-Rio), Wanderley Lopes de Souza (UFSCar), Edmundo Madeira (UNICAMP), Carlos Alberto Maziero (PUC-PR), Liane Tarouco (UFRGS), Lisandro Granville (UFRGS), Flavio Assis Silva (UFBA), Eduardo Bergamini (INPE).

Pauta da Reunião:

  1. Aprovação das atas da 40ª reunião

  2. Relato anual da diretoria

  3. Situação dos projetos aprovados pelo CNPq no Edital de Redes Avançadas

  4. GTs do LARC

  5. Financiamento do LARC

 

1. A ata da 40a reunião foi lida e aprovada pelos presentes na reunião.

2. O Prof. José Augusto Suruagy Monteiro fez um relato sobre as atividades realizadas pela diretoria onde destacou os seguintes pontos:

  • Atuação da diretoria no sentido de articular a formação de grupos de trabalho entre os membros do LARC, destacando a necessidade de financiamento desta ação.

  • Participação no conselho da RNP onde se discutiu assuntos relacionados aà operacionalização da Associação RNP.

  • Gestão da diretoria do LARC junto ao CNPq e MCT, formalizado através do envio de uma carta ao presidente do CNPq, no sentido de viabilizar os projetos aprovados nos editais de Redes Avançadas e Conteúdos Digitais do CNPq

3. Os coordenadores de projetos aprovadoas no edital de redes avançadas fizeram um relato da situação dos mesmos chamando a atenção para a preocupação com a não implementação das bolsas necessárias para execução dos mesmos. Comentou-se novamente a gestão feita pela diretoria junto ao CNPq e MCT no sentido de viabilizar a aprovação das bolsas. Em seguida discutiu-se possibilidades de fontes alternativas de recursos para pagamento das bolsas. Dentre as alternativas citadas destacaram-se o Comitê Gestor da Internet e o FUNTEL. Ficou então acertado que a diretoria do LARC deveria avaliar junto aos membros do Comitê Gestor da Internet a viabilidade de encaminhar uma solicitação de recursos para pagamento das bolsas dos projetos aprovados no edital de Redes Avançadas. Com relação ao FUNTEL, a Profa. Liane Tarouco sugeriu que fosse elaborada uma carta aberta da comunidade ao Comitê Gestor do FUNTEL solicitando esclarecimentos sobre as regras de funcionamento deste fundo.

4. O Prof. Michael Stanton relatou que a RNP tem, como principal missão, promover o uso inovador de redes avançadas no Brasil. Para reforçar este trabalho, foi criada, em 12 de setembro de 2001, uma Diretoria de Inovação, a qual é responsável pela coordenação das atividades de pesquisa e desenvolvimento da instituição. Destacando como realização da recém-criada diretoria o financiamento a Grupos de Trabalho RNP (GT-RNP) definidos com base na proposta feita na 37a Reunião do CTC do LARC: Qualidade de Serviço, Diretórios, Voz sobre IP (VoIP), Vídeo Digital e Aplicações Educacionais em Redes. A serem coordenados pelos Profs. José Augusto Suruagy, Noemi Rodrigues, Paulo Aguiar, Guido Lemos e Liane Tarouco, respectivamente. Seguiu-se então uma discussão sobre o papel do LARC e dos GTs na articulação de experimentos e integração de iniciativas dos projetos de redes avançadas. O Prof. Michael falou sobre a iniciativa óptica nacional e, mais especificamente, comentou sobre o projeto Giga cuja redação inicial contou com a participação do LARC.

5. O Prof. José Augusto Suruagy iniciou a discussão sobre possibilidades de financiamento das ações do LARC enumerando as seguintes possibilidades: Projeto @LIS, cujo objetivo é financiar a integração entre projetos de Sociedade da Informação na Europa e América Latina; Comitê Gestor da Internet; FUNTEL e Fundo de Informática. O Prof. Michael Stanton fez um comentário a cerca do esforço que estava sendo feito pela RNP no sentido de integrar as redes da América Latina e da Europa. Seguiu-se uma discussão sobre as possibilidades de financiamento que, dado ao adiantado da hora, ficou para ser concluída em outra oportunidade.

Eu, Guido Lemos de Souza Filho, Diretor Executivo do CTC lavrei esta ata que vai assinada por mim, após aprovação.